Prazo para declarar Imposto de Renda começa na segunda-feira

Fonte: G1 

A Receita Federal começa a receber na segunda-feira (2) as declarações de Imposto de Renda 2015. Os contribuintes têm até 30 de abril para entregar o documento ao fisco.

Os contribuintes que enviarem a declaração no início do prazo, sem erros, omissões ou inconsistências, também recebem mais cedo as restituições do Imposto de Renda – caso tenham direito a ela. Idosos, portadores de doença grave e deficientes físicos ou mentais têm prioridade. Os valores começam a ser pagos em junho de cada ano pelo governo e seguem até dezembro, geralmente em sete lotes.

Quem precisa declarar

Estão obrigadas a apresentar a declaração as pessoas físicas que receberam rendimentos tributáveis superiores a R$ 26.816,55 em 2014 (ano-base para a declaração do IR deste ano).

Também devem declarar os contribuintes que receberam rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil no ano passado.

A apresentação do IR é obrigatória, ainda, para quem obteve, em qualquer mês de 2014, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas.

Prazo para a participação em consulta pública se encerra nesta segunda (2)

Fonte: Portal Brasil / Ministério da Educação

Termina nesta segunda-feira (2), o prazo para que os interessados participem da consulta pública sobre a valorização de diretores de escolas públicas de ensino básico municipais, estaduais e federais de todo o País.

O objetivo é receber sugestões que ajudarão na criação do programa Diretor Principal.

Realizada pelo Ministério da Educação, a consulta pretende que alunos, pais, professores, gestores, comunidade escolar, academia, estudiosos e sociedade em geral apresentem suas experiências sobre o trabalho de diretores escolares e façam propostas, sugestões e comentários.

Para participar o internauta deverá responder a duas perguntas. 1) Como você avalia a importância de um diretor de escola de educação básica? 2) Como você entende que pode ser valorizado o papel do diretor de escola de educação básica?

Reservatórios caseiros respondem por 50% dos focos da dengue

Fonte: O Tempo

Dezessete cidades mineiras estão em alerta devido ao aumento no número de casos de dengue, nos primeiros meses de 2015. E se falta chuva em muitas regiões, o que está contribuindo agora para a proliferação dos focos do mosquito transmissor da doença, é, em 50% dos casos, reservatórios que os moradores usaram para garantir que não falte água.

“Em metade dos municípios que fizeram o Levantamento Rápido do Índice de Infestação pelo Aedes aegypti (LirAa), os reservatórios caseiros de água se tornaram criadouros. As pessoas precisam mantê-los limpos e fechados. Onde não há água parada, não há dengue”, alerta a coordenadora estadual do Programa de Combate à Dengue, Geane Andrade.

Segundo ela, todos os municípios em situação crítica receberão força -tarefa do governo de Minas para evitar uma epidemia.

Arcos, no Centro-Oeste do Estado, exemplifica a situação preocupante. A cidade teve 333 notificações e 214 casos confirmados da doença em 2014. Mas só em janeiro e fevereiro deste ano, já contabiliza 447 notificações e 55 confirmações.

As altas temperaturas e as mudanças climáticas também contribuem com a proliferação do mosquito, que transmite a dengue e a febre chikungunya.

No entanto, Geane Andrade reforça a orientação quanto à necessidade de os moradores ficarem atentos a tambores, baldes, vasilhas, cisternas e piscinas. Esses locais precisam ser mantidos bem fechados, para evitar que o mosquito coloque seus ovos.

Cuidados. A Secretaria de Estado de Saúde (SES) também mantém a campanha tradicional, para que a população acabe com todos os tipos de focos do mosquito da dengue. “É preciso eliminar os vasos de plantas, limpar as calhas, os bebedouros dos animais, a caixa d’água e, principalmente, evitar o acúmulo de lixo”, afirma Geane Andrade.

As pesquisas recentes apontam que mais de 80% dos focos de Aedes aegypti encontram-se dentro dos domicílios.

Flash

Cidades com mais casos: Arcos, Cambuquira, Iguatama, Araporã, Japaraíba, Arceburgo, Fronteira, D. do Indaiá, Bambuí, Centralina, Capinópolis, Carneirinho, L. da Prata, Lavras, Ribeirão Vermelho, Unaí e L. do Oeste.

Regiões

Ranking. As regiões do Estado mais afetadas pela dengue neste início de ano são Centro-Oeste, Sul, Noroeste e Triângulo Mineiro. As cidades receberão força-tarefa de combate à doença.

LirAa
Crítico
. Ituiutaba, no Triângulo, é o município mineiro com a maior quantidade de focos do mosquito transmissor da dengue, de acordo com o Levantamento Rápido do Índice de Infestação pelo Aedes aegypti (LirAa). A cada cem imóveis visitados, 10,6 apresentam larvas. Com índice cima de 4, a infestação é considerada alta.

Ações. De acordo com a assessoria de imprensa da Prefeitura de Ituiutaba, ações de combate e prevenção estão sendo adotadas, como contratação de 20 agentes de saúde para o quadro da Vigilância Ambiental em Saúde.